No Corte do Avaí

142. No corte do Avaí - SGEx.png

Dublin Core

Título

No Corte do Avaí

Descrição

Após a vitória em Itororó, as forças da Tríplice Aliança atacaram as tropas paraguaias entrincheiradas no corte do arroio Avaí e que impediam o prosseguimento para Villeta, nas barrancas do Rio Paraguai.

Em 11 de dezembro de 1868, o 3º Corpo de Exército, sob o comando do General Manoel Luis Osorio, após manobrar em amplo envolvimento, desencadeou o ataque, apesar do do mau tempo que prenunciava inúmeras dificuldades a ser enfrentadas contra um adversário valoroso e obstinado.
Nessa campanha, Osorio liderou suas Três Divisões de Cavalaria em entreveros mortais contra as posições inimigas. Continuou em ação mesmo ferido na mandíbula por um tiro de fuzil, conduzindo seus homens à vitória e obrigando o inimigo à retirada. Esta obra retrata a liderança do Marquês do Herval, antes da batalha, exortando seus cavalarianos para o combate e a glória.
Pintura em óleo sobre tela, de autoria do Cel Estigarríbia, datada de 1998 e medindo 208 cm x 154 cm, representa o momento em que o General Manoel Luis Osorio presta homenagem à Bandeira Imperial antes
de lançar-se ao combate na Batalha do Avaí, em 11 de dezembro de 1868, durante a qual, mesmo ferido por
um tiro de fuzil na mandíbula, prosseguiu no comando de seus cavalarianos, conduzindo-os à vitória. Acervo do Salão Guararapes.

Autor

Pedro Paulo Cantalice Estigarríbia

Data

1998

Imagem Parada Item Type Metadata

Formato Original

Pintura em óleo sobre tela

Dimensões Fisicas

208 cm x 154 cm

Coleção

Tags

Referência

Pedro Paulo Cantalice Estigarríbia, “No Corte do Avaí,” EBAcervo, acesso em 21 de abril de 2024, http://ebacervo.eb.mil.br/items/show/10.

Formatos de Saída

Geolocalização

IIIF Manifest